Autor
Mariana Muaze
Editora
Zahar
Assunto
Ciências Humanas
Ano
2008
Páginas
244
ISBN-13
9788537800959
E-ISBN
9788537806333
Edição

As memórias da viscondessa

família e poder no Brasil Império
Como era o cotidiano dos barões do café no vale do Paraíba. Por que os casamentos eram arranjados? Qual a finalidade dos álbuns de retratos, e por que todas as fotos eram posadas? Debruçada sobre cartas, diários, cadernos de anotações e fotografias deixados pela viscondessa e pelo visconde de Ubá, a historiadora Mariana Muaze analisa em detalhes o ideal de família no Brasil oitocentista de estratégias utilizadas para a manutenção do patrimônio a regras de bom-tom adotadas à mesa. Esse livro contribui para repensar, sob nova perspectiva, as relações entre Estado e família no Brasil do século XIX. E ainda reconstitui o período em que os hábitos burgueses começaram a ser adotados no país e apresenta mais de 50 imagens da época. Mariana Muaze recebeu a menção honrosa do Prêmio Jorge Zahar (2007-2008) por esse trabalho, que também foi premiado no Concurso de Monografias do arquivo Nacional (2007)
Tabela de conteúdo
pág. capítulo
1 Sumário
9 Introdução: por Uma Micro-história da Família
15 Parte I - A Força da Tradição
17 1. Esboços De Genealogia
33 2. Acertos para Uma União Indissolúvel
39 3. A Caminho do Altar
57 Parte Ii - Vida Material e Manutenção da Riqueza Familiar
59 4. A Criação da Vila De Paty do Alferes
76 5. Os Primeiros Anos
86 6. O Comissário e O Barão
98 7. O Fazendeiro Cortesão
115 Parte Iii - Múltiplas Temporalidades em Família
117 8. Fotografia e Memória Na Coleção Ribeiro De Avellar
123 9. O Governo da Casa
145 10. O Tempo da Intimidade
175 11. O Tempo Social
201 Conclusão: O Triunfo da Família Oitocentista
207 Árvores Genealógicas
209 Notas
227 Referências Bibliográficas
241 Agradecimentos
243 Créditos das Imagens

GUEST IP: 18.204.2.231 Suporte FAQ Política de Privacidade
© 2016 Dot.Lib | Todos os direitos reservados | Todos los derechos reservados | All rights reserved dot.lib